Sugestões para melhorar seus relacionamentos

64. Torça pelo outro.

65. Ame. Diga sempre 'sabia que eu te amo?' e espere ouvir o mesmo. 'Só quem se entrega ao amor é feliz', diz o psicólogo e escritor Içami Tiba.

66. Passe um tempo com as pessoas mais importantes de sua vida.

67. Estar junto para assistir à televisão não é estar junto. Também de nada adianta ter qualidade de tempo quando este 'tempo' é de 15 minutos. 'A família precisa estar unida para se comunicar e cultivar o carinho', afirma a psicóloga e professora Magdalena Ramos.

68. Crie o hábito de todos em casa contarem como será ou como foi seu dia no café-da-manhã ou no jantar. Consagre isso como uma rotina de segunda a sexta-feira.

69. Ceda. Só assim duas partes - marido/mulher; pai/filho; colegas - chegam ao entendimento e conseguem se relacionar bem.

70. Fale para os outros o que deseja - e isso vale para o relacionamento sexual. 'Às vezes, a gente fica infeliz porque não fizeram o que gostaríamos. Mas ninguém tem bola de cristal', alerta Maria Helena Vilela, diretora do Instituto Kaplan de Sexualidade.

71. Não leia nas entrelinhas e nem tente prever como o outro vai se comportar.

72. Não tenha vergonha de pedir ajuda. Ninguém é Super-Homem, Super-Mulher, Super-Pai ou Super-Mãe.

73. Nada é tão ruim que mereça ser levado para a cama. 'O limite para as brigas em casa deve ser a hora de dormir', diz Richard Carlson em Não Faça Tempestade em um Copo d'Água.

74. Que tal convidar os amigos para um joguinho? Faça disso um saudável hábito social e reserva uma noite por semana com a turma.

75. Estimule os sonhos de seus filhos. Se um dia o menino pede uma bateria e os pais não dão, vai achar que eles não acreditam que possa ser um bom músico. Mais velho, quando ele decidir ser médico, essa insegurança vai voltar.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas