terça-feira, 18 de agosto de 2009

Sugestões para melhorar sua vida profissional

41. Que decisões você tomou ou deixou de tomar no passado que influenciam sua vida hoje? Descubra, para decidir se quer seguir o mesmo caminho.

42. Pesquisas mostram que os bem-sucedidos são rápidos em tomar uma decisão, mas demoram para mudar de idéia. Quando fizer uma opção, mantenha-a.

43. Não adianta fazer mais com mais. Faça mais com menos - tempo, verba, pessoal -, e o trabalho será mais valorizado.

44. Esforçe-se, pratique. Não há nada que não se torne mais fácil com o treinamento e a familiaridade.

45. 'Disciplina é liberdade', como já cantava Renato Russo. 'Quem não se planeja está planejado para falhar', comenta Paulo Kretly, presidente da consultoria Franklin Covey.

46. Na liturgia dos head-hunters, existem duas saídas para a satisfação profissional: ou você faz o que gosta, ou descobre que pode gostar do que faz.

47. Organize seu ambiente de trabalho. A bagunça é uma aliada da perda de tempo. Lembre-se de que sua mesa chama-se mesa, e não arquivo. Crie categorias com a ajuda de pastas e gavetas. Através de janelas, coloque ordem na bagunça virtual de seu computador

48. Quanto mais decisões você toma, mais seguro você fica em tomá-las.
Assim como os músculos se fortalecem com exercícios, sua capacidade de decidir também.

49. Mais do que ter objetivos, é preciso escrevê-los. 'Metas que não estão escritas são apenas sonhos', afirma Paulo Kretly, presidente da consultoria Franklin Covey. Use o papel como mapa e saiba aonde ir. Só não vale parar a vida por uma meta.

50. Seja forte e diga alguns 'nãos'. De nada adianta falar sim e não conseguir fazer a tarefa ou se prejudicar. Equilibre urgência e importância.

51. Evolua com o mundo. Preste atenção nas conversas e nos hábitos dos jovens e mantenha-se antenado. 'Essa nova sociedade nos transforma em incompetentes a cada momento', diz o escritor e psicólogo Roberto Shinyashiki.

52. Errar é acertar. Pense no erro como um trampolim para alcançar a vitória.

53. Faça tudo bem feito. 'Por mais que a vida tome rumos diferentes do que você planejou, nunca deixe de depositar suas energias no que você está envolvido', ensina Nívea Basile, educadora do serviço de orientação educacional Vésper Orientado.

54. Não se acomode. 'A insatisfação faz andar para a frente, buscando sempre o melhor. A História se faz porque sempre tem gente se questionando, criando', diz o head-hunter Simon Franco.

55. Tente chegar 45 minutos antes a seu trabalho e sair 15 minutos depois do horário. Use os 45 para dar conta de um grande item de sua agenda. E os 15 para planejar o dia de amanhã.

56. Aprenda a engolir sapos e não se aborreça com tanta facilidade. Nada de ficar remoendo críticas ou se colocando na posição de vítima.

57. Dê um tempo para adaptar-se às mudanças. Não dá para se sentir imediatamente à vontade em uma nova situação.

58. Tenha alguém com quem contar. Profissionalmente, uma rede de
contatos é o caminho para novas oportunidades. Na vida pessoal, é fonte de alegria e de saúde. Estudos da Universidade de Duke revelam que
quem tem amigos e parentes próximos vive mais.

59. Cometeu um erro no trabalho? Não ignore. Admita o erro e siga em frente. Pode parecer mais fácil ignorar, mas, a longo prazo, essa atitude afetará o respeito que os colegas nutrem por você. Mas não passe a semana pedindo desculpas. Você não quer que as pessoas lembrem disso o tempo todo.

60. Atualize seu currículo, mesmo que não esteja procurando emprego. Você se lembrará do que gosta e do que está faltando em sua vida profissional.

61. Não tenha medo de receber críticas. E crie o hábito de elogiar quem merece.

62. Sua receita de felicidade é diferente da seguida por seu chefe e pelo vizinho. Não permita intrusões, e não se intrometa - cada um na sua.

63. Seja mãe. Não amiga, chapa, coleguinha. Mãe tem de ser solidária, aliada, mostrar interesse e torcer pelos filhos. Mas precisa impor regras e limites.
Postar um comentário